Os entregadores do Brasil se mobilizaram por melhores condições de trabalho, mas o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, não os ajudou



Os entregadores de aplicativo trabalharam muito mais durante a pandemia em 2020 para receber menos.

Não foram poucas as ações em busca da aprovação do Projeto de Lei 1665/2020 que garantiria, até dezembro de 2020, melhores condições de trabalho aos entregadores de app: 19 mil emails enviados aos deputados federais, mais de 400 ligações de cobrança, 10 mil reais arrecadado para levar 12 representantes do movimento de entregadores de vários estados à Brasília para reivindicarem seus direitos.

Entregadores de todo o Brasil e apoiadores da causa se mobilizaram por um projeto de lei que garantia seguro de vida, auxílio em caso de acidentes e doença, além de máscaras, álcool em gel para higienização e luvas, mas infelizmente o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, não colocou o projeto em votação. Maia fez inúmeras falas a favor dos entregadores, mas na hora de agir, deixou esses trabalhadores na mão.

Com jornadas de trabalho de mais de 12 horas, remunerações baixas, total falta de apoio em caso de acidentes e alto risco de pegar coronavírus, não podemos simplesmente aceitar que essas sejam as condições de trabalho dos entregadores de app. Não conseguimos aprovar o PL 1665/2020, mas seguiremos atentos aos direitos dos motoboys e ciclistas que fazem entrega, e se você quiser ficar por dentro dessa campanha e de outras oportunidades, siga o Nossas no Instagram!
















Por que entramos nessa?




O Nossas é uma rede de ativismo que organiza pessoas e compartilha metodologias e tecnologias de mobilização. Acreditamos que uma sociedade mais justa é possível e que depende em grande parte da mobilização de seus cidadãos. Desde o início da pandemia, colocamos no ar financiamentos coletivos para apoiar comunidades indígenas afetadas pela Covid-19, para comprar pacotes de internet para alunos vulneráveis se prepararem para o Enem e, junto de mais de 100 organizações, iniciamos a mobilização pelo auxílio emergencial. Agora, nos unimos às lideranças nacionais do #BrequeDosApps para garantirmos condições dignas e seguras aos entregadores.

Para entrar em contato com a organização da campanha, escreva para contato@nossas.org